Pular para o conteúdo

Semiologia Univali 2014/2 – Boas vindas!

04/08/2014

Aos colegas que iniciam hoje o 4o semestre de Medicina pela UNIVALI,
Damos as boas vindas a esse momento de transição, com votos de muita curiosidade, instigante leitura e prática enriquecedora. Sugerimos, mais uma vez, que aproveitem cada momento dentro da disciplina, para adquirir as badaladas “horas de vôo” (NOVA CRUZ ET AL) – conhecimento teórico/prático, a bagagem de quem caminha pela vereda da iátrica. Como colegas, e amigos, estamos disponíveis a quaisquer dúvidas, críticas e elogios durante o semestre. Tão logo tenhamos a relação dos monitores/grupos do primeiro rodízio, atualizaremos a página com a informação, assim como o contato de cada um dos monitores. Sabemos das possíveis dificuldades que enfrentarão durante o semestre, então nos disponibilizamos para conversar, instruir e auxiliar naquilo que existiver ao alcance de nossas competências. 
“mesmo
na idade
de virar
eu mesmo 

ainda
confundo
felicidade
com este
nervosismo”

(Paulo Leminski)

Obs.: Dica de amigo, criem o hábito de explorar o site.: http://www.nejm.org, sobretudo na parte relativa a imagens da semana. Um jornal com 200 anos de história, uma das mais importantes publicações médicas, com casos semanais para resolução e estudo. 
Grande abraço,
Equipe Semiologia Univali 2014/2

Anúncios
5 Comentários leave one →
  1. Carina Pinz permalink
    04/08/2014 21:55

    O que quer dizer

    O que quer dizer diz.
    Não fica fazendo
    o que, um dia, eu sempre fiz.
    Não fica só querendo, querendo,
    coisa que eu nunca quis.
    O que quer dizer, diz.
    Só se dizendo num outro
    o que, um dia, se disse,
    um dia, vai ser feliz.

  2. Carina Pinz permalink
    04/08/2014 21:56

    O que quer dizer

    O que quer dizer diz.
    Não fica fazendo
    o que, um dia, eu sempre fiz.
    Não fica só querendo, querendo,
    coisa que eu nunca quis.
    O que quer dizer, diz.
    Só se dizendo num outro
    o que, um dia, se disse,
    um dia, vai ser feliz.

    Paulo Leminski

  3. Claudia Theis permalink
    04/08/2014 22:00

    Um homem com uma dor
    É muito mais elegante
    Caminha assim de lado
    Com se chegando atrasado
    Chegasse mais adiante

    Carrega o peso da dor
    Como se portasse medalhas
    Uma coroa, um milhão de dólares
    Ou coisa que os valha

    Ópios, édens, analgésicos
    Não me toquem nesse dor
    Ela é tudo o que me sobra
    Sofrer vai ser a minha última obra

  4. Carla permalink
    04/08/2014 22:05

    “Um homem com uma dor
    é muito mais elegante
    caminha assim de lado
    como se chegando atrasado
    andasse mais adiante
    carrega o peso da dor
    como se portasse medalhas
    uma coroa um milhão de dólares
    ou coisa que os valha
    ópios édens analgésicos
    não me toquem nessa dor
    ela é tudo que me sobra
    sofrer vai ser minha última obra”

  5. Carla permalink
    04/08/2014 22:14

    Profissão de febre

    quando chove,
    eu chovo,
    faz sol,
    eu faço,
    de noite,
    anoiteço,
    tem Deus,
    eu rezo,
    não tem,
    esqueço,
    chove de novo,
    de novo, chovo,
    assobio no vento,
    daqui me vejo,
    lá vou eu,
    gesto no movimento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: